Maison

DECORAÇÃO PARA O HOME OFFICE

DECORAÇÃO PARA O HOME OFFICE

Nunca as pessoas passaram tanto tempo em casa. Essa é uma das afirmações que podem ser feitas a respeito desse momento de pandemia em que vivemos. Outra é que, em virtude desse cenário, o nosso jeito de morar também está passando por transformações que, segundo pesquisas, serão permanentes em muitas casas.

O home office, antes algo raro, se tornou realidade em muitos lares brasileiros. Segundo a pesquisa FIA Employee Experience (FEEx), 90% das empresas aderiram a alguma modalidade de home office. E esse novo jeito de trabalhar irá permanecer em muitos casos, mesmo após o fim da pandemia. Com isso, há a necessidade de criar ou adaptar os espaços. Ergonomia se tornou uma palavra recorrente para quem aderiu ao trabalho remoto, para garantir a saúde e, consequentemente, melhor rendimento no trabalho. Assim como procurar um local na casa que seja mais bem iluminado e silencioso.

Mas não é apenas essa a mudança que o distanciamento social causou nas casas das pessoas. A pandemia também exigiu que se criasse um espaço de higienização, geralmente o hall de entrada, para que os moradores possam higienizar as mãos com álcool em gel e tirar os sapatos antes de entrar em casa, hábito que não era tão comum no Brasil antes da pandemia.
Desta forma, objetos como sapateiras, banquinhos e mesas de apoio se tornaram itens indispensáveis.
Outra mudança gerada pelo isolamento social foi a valorização a espaços abertos e áreas externas das casas, como varandas e o quintal. O que antes era um local não muito prestigiado ou utilizado por alguns, se tornou um verdadeiro refúgio. A tendência é o maior uso desses espaços externos para o lazer. O cultivo de plantas também aumentou nesse período, pois é uma forma mesmo em ambientes pequenos como os apartamentos, das pessoas terem contato com a natureza. E em locais de clima mais ameno, como na região Sul, até mesmo as lareiras externas são bem vindas e muito procuradas atualmente.

Fonte: VivaDecora; UOL.