Maison

PRÊMIO PRITZKER 2021

PRÊMIO PRITZKER 2021

Sendo reconhecido há mais de 40 anos como prêmio mais importante do ramo de arquitetura, o Prêmio Pritzker é concedido todos os anos a arquitetas e arquitetos cujas obras tenham contribuído significativamente para a humanidade ao longo dos anos. Sua primeira edição data o ano de 1979, quando Phillip Johnson foi o primeiro arquiteto agraciado com o prêmio. De origem estadunidense, Johnson foi homenageado devido a sua importante contribuição para a história da arquitetura moderna com obras como a Glass House (1949).

Glass House: obra de Phillip Johnson completa 72 anos neste ano.

A cerimônia conta com edições anuais ininterruptas, premiando arquitetos e arquitetas de 22 nacionalidades diferentes até o momento. No Brasil, temos Oscar Niemeyer (agraciado em 1988) e Paulo Mendes da Rocha (2006) como grandes nomes nacionais reconhecidos. Em questão de gênero, somente cinco mulheres já receberam o prêmio como: Zaha Hadid (2004), Kazuyo Sejima (2010, junto com Ryue Nishizawa), Carme Pigem (2017, juntamente com Ramón Vilalta e Rafael Aranda) e Yvonne Farrell e Shelley McNamara (2020). 

 

Neste ano de 2021, o Prêmio Pritzker foi concedido aos sócios Anne Lacaton e Jean-Philippe Vassal, do escritório Lacaton & Vassal. Conhecidos pela larga experiência de três décadas em projetos de habitação sustentável na Europa e África Ocidental, a dupla francesa é famosa por projetos que buscam o “enriquecimento da vida humana, beneficiando os indivíduos e apoiando a evolução da cidade”. Seu portfólio conta com mais de 30 projetos que vão desde instituições culturais e acadêmicas a espaços públicos, habitações sociais e projetos urbanos.

Tour Bois le Prêtre: projeto de Lacaton & Vassal originalmente construído nos anos 1960. A dupla revolucionou ao remover a fachada de concreto original da habitação social, para ampliar a área e oferecer varandas bioclimáticas.

A dupla é elogiada principalmente por sua abordagem renovadora, que repensa a noção de sustentabilidade a partir do princípio de nunca demolir, aproveitando oportunidades de atualizar e transformar os edifícios. Lacaton & Vassal dão esperança à vida das massas ao propor intervenções que “respondem às emergências climáticas e ecológicas de nosso tempo, bem como às urgências sociais, particularmente no reino da habitação urbana.” 

E aí, já conhecia essa dupla premiada? Continue acompanhando nosso blog para mais conteúdos como esse 😀